Amanhece...
Tudo é Você... Tudo é Você...
A Viagem e o Viajante...
Não há nada fora, além de uma caixa de espelhos.
A certo Momento, fecha-se os olhos a ela...
E Desperta-se Lá... nas Dimensões internas.

E nenhum coração pulsa só...
Nenhum coração pulsa por si.
Todo Coração Canta em Si...
Ainda que os olhos não vejam.

Então...
Como contas em um colar que não tem fim,
pois o Círculo é Esfera em outra Dimensão
Seja os meus olhos, que Eu Sou os Seus...
Seja os meus braços, como Eu Sou no Abraço...
"Tão mais fácil Condução assim..."
Amor
Ecoa...
E o que ecoa está cumprido.

Salve!
.

Abra os olhos

Abra os olhos
Só há UM aqui... Amor.

sábado, 23 de agosto de 2008

Nova ciência

Vou me referir à ciência tridimensional como pequena ciência porque a Grande Ciência é cósmica.
No último século, a pequena ciência reduziu-se a ser uma ciência aplicada, com assombrosos e visíveis resultados tecnológicos. Em virtude desta tendência, a ciência pura, de caráter epistêmico, desvaneceu. A tal ponto de ficar à margem da evolução silenciosa que o ser tridimensional está realizando em nível global. Mais do que ficar à margem, esta pequena ciência não consegue mais captar e compreender este movimento silencioso e global.
Estamos experimentando de uma forma sem precedentes nos registros de nossa recente civilização, uma ontogênese – o nascimento de um novo ser. E a pequena ciência não tem recursos epistêmicos para embalar esta criança.
A única exceção é a ciência quântica, que se desgarra cada vez mais do berço materno, para trilhar um caminho próprio.
Mas, a ciência quântica é um bebê... como o novo ser que está nascendo.
A pequena ciência agoniza e vai morrer para dar lugar a novos horizontes, puxados pelo bebê quântico.
A ciência que irá crescer terá novos atributos... como o novo ser que está nascendo.
Terá, por exemplo, capacidade para compreender que, além de energia,
matéria é um estado de consciência.
Terá capacidade para compreender que o Amor não é um sentimento,
mas a energia primordial que emana da Fonte e princípio do qual todas as energias do universo se compõem.
Terá capacidade para compreender que existem inúmeras dimensões, com as quais é possível estabelecer contato.
Terá capacidade para compreender que um Ser pode ocupar dois ou mais lugares em diferentes espaços simultaneamente.
A nova ciência terá muitos outros atributos.

Será uma ciência maior porque se comunicará com a Grande Ciência.
Este bebê está crescendo a plenos pulmões, com um espírito forte, fora dos muros acadêmicos - para além do velho mundo.
Que seja bem-vindo!

Um comentário:

Anônimo disse...

Me too!