Amanhece...
Tudo é Você... Tudo é Você...
A Viagem e o Viajante...
Não há nada fora, além de uma caixa de espelhos.
A certo Momento, fecha-se os olhos a ela...
E Desperta-se Lá... nas Dimensões internas.

E nenhum coração pulsa só...
Nenhum coração pulsa por si.
Todo Coração Canta em Si...
Ainda que os olhos não vejam.

Então...
Como contas em um colar que não tem fim,
pois o Círculo é Esfera em outra Dimensão
Seja os meus olhos, que Eu Sou os Seus...
Seja os meus braços, como Eu Sou no Abraço...
"Tão mais fácil Condução assim..."
Amor
Ecoa...
E o que ecoa está cumprido.

Salve!
.

Abra os olhos

Abra os olhos
Só há UM aqui... Amor.

segunda-feira, 30 de março de 2009

Pentimentos

Quando vejo miséria e violência,
Aquieto a mente.
São registros, ecos,
pentimentos na tela adormecida.
O que faço?
Aprendo... aprendo... aprendo...
A compreender amorosamente para curar.

5 comentários:

Salamandra disse...

Tão dificil aquietar a mente em certas alturas, mas, temos de ser capazes de o fazer.

Um abraço luminoso

adriana disse...

Querida,
Eu acredito que conseguimos.
E vamos caminhando...

Um abraço luminoso pra você também!

Lucia Campos virtual disse...

Dri,
Acabei de ler... nem tenho palavras!
"Saudades de um lar do qual não te lembras... Sou Eu"
Just tears!

adriana disse...

Querida,
Obrigada, obrigada, obrigada!

Shin Tau disse...

adriana,

compreender amorosamente para curar! Simplesmente belo! É isso que faço comigo e com os outros, mas lembra-te nem todos temos a mesma forma de agir, já me disseste várias vezes para não ser tão severa comigo própria, mas essa severidade para mim é compreender e curar, depois vem o amorosamente :) para curar novamente.

Grata pelas tuas essências de recordações