Amanhece...
Tudo é Você... Tudo é Você...
A Viagem e o Viajante...
Não há nada fora, além de uma caixa de espelhos.
A certo Momento, fecha-se os olhos a ela...
E Desperta-se Lá... nas Dimensões internas.

E nenhum coração pulsa só...
Nenhum coração pulsa por si.
Todo Coração Canta em Si...
Ainda que os olhos não vejam.

Então...
Como contas em um colar que não tem fim,
pois o Círculo é Esfera em outra Dimensão
Seja os meus olhos, que Eu Sou os Seus...
Seja os meus braços, como Eu Sou no Abraço...
"Tão mais fácil Condução assim..."
Amor
Ecoa...
E o que ecoa está cumprido.

Salve!
.

Abra os olhos

Abra os olhos
Só há UM aqui... Amor.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Espavo!*

O grupo sempre finaliza as apresentações de suas mensagens com a expressão: Espavo!
Eis o significado da palavra:
“Durante uma canalização ao vivo, o Grupo nos contou a história de Amor. A história começa com Amor, um menino de doze anos, que vivia nos dias de Mu (Lemuria). O grupo diz que é a hora de contar esta história porque nós estamos em um ponto da nossa evolução que é muito similar a aquela em que estivemos nos dias de Mu.
No primeiro capítulo desta história, o Grupo contou de que modo Amor estava na sua Caminhada na Luz. Este era um costume onde um menino ou menina aos doze anos declarava seu compromisso de ser um adulto responsável. Não existiam leis para se obedecer naqueles dias de Mu, mas havia costumes que eles respeitavam. Um destes costumes era que quando uma pessoa caminhasse dentro da Luz, eles poderiam escolher uma outra pessoa, normalmente mais velha, com quem eles fariam um compromisso de se ajudar na passagem quando chegasse a hora de partir. No ultimo instante Amor escolheu um homem que apenas conhecia vagamente chamado Etu. Etu era um lingüista que trabalhava com as línguas ancestrais. E nos meses e anos que se seguiram, Amor e Etu ficaram se conhecendo, um ao outro como sugeria o costume.
Depois de ficarem separados por algum um tempo, Amor foi chamado para ir à casa de Etu, porque havia chegado a sua hora. Apesar de Etu ser um homem muito jovem, ele já estava partindo. Amor foi para o seu lado e naquele momento os dois homens completaram o seu sagrado contrato. Amor deu permissão e orientação para Etu partir se assim ele escolhesse. Etu então pediu para Amor se chegar mais perto da cama. Ele disse que tinha um presente para Amor. Quando Amor se inclinou para ouvir, Etu lhe disse que o presente era uma palavra e a palavra era ESPAVO. Nas ultimas horas de sua vida Etu explicou que a palavra ESPAVO era usada nos tempos ancestrais de Mu. Ela era uma saudação que se utilizava para dizer olá e adeus. Etu contou a Amor que agora era a hora para se trazer de volta essa palavra ancestral porque o tempo da evolução estava se aproximando. A palavra ajudaria as pessoas a re-lembrar seu verdadeiro lugar no Universo.
Traduzida literalmente significa:
"Obrigado por assumir seu poder"
Nós os convidamos a usar novamente esta antiga saudação. Essa é a hora do poder e nós agradecemos vocês por estarem aqui conosco. ESPAVO meus queridos”.
*Texto extraído do site:
http://transbeacon.lightworker.com/portuguese_translations.html

2 comentários: